Nordeste de Amaralina é cercado após policial ser baleado; há reféns e bandido morto

Um policial militar do Patrulhamento Tático Móvel (Patamo), unidade que integra o Batalhão de Choque, foi baleado, na manhã deste domingo (02/04), no bairro Nordeste de Amaralina, em Salvador. A ocorrência foi iniciada por volta das 10h45, na localidade conhecida como Sucupira.

As equipes da PM realizavam uma investida contra o tráfico de drogas quando foram atacadas por integrantes da facção Comando Vermelho (CV). Houve troca de tiros e de acordo com a fonte do Informe Baiano, o trabalhador foi ferido duas vezes na perna.

O policial foi socorrido por colegas para o Hospital Geral do Estado (HGE) e não há informações sobre o seu estado de saúde. Guarnições da Rondesp, 40a CIPM, Operação Apolo, Patamo e Operação Gêmeos cercaram todo Complexo do Nordeste de Amaralina, inclusive o Boqueirão, onde fica o Quartel General da facção.

Informações preliminares de fontes do IB apontam que um criminoso conhecido como “Camaleão” foi ferido e não resistiu. Além disso, dois bandidos invadiram uma residência e fizeram reféns. Eles já se entregaram e foram presos. Um deles foi ferido na perna. A família que foi feita refém passa bem.

Ontem de noite, em Fazenda Grande do Retiro, traficantes metralharam uma viatura da PM que também realizada uma ação de rotina. Houve confronto e um dos envolvidos foi morto.

Na semana que passou, um caso chocante no bairro foi denunciado pelo IB e virou notícia nacional. Traficantes torturaram e mataram dois homens suspeitos de furto que teriam sido entregues ao CV por um gerente do supermercado Atakarejo.

Foto mostra jovens negros detidos no Atakarejo antes de serem “entregues” para facção

“Atakarejo deve uma explicação à sociedade”, diz SJDHDS sobre duplo homicídio denunciado pelo Informe Baiano

MUITOS TIROS! Bandidos atacam Operação Apolo em Fazenda Grande do Retiro