Caso Wesley: PM perdeu em todos os cenários e preservação da vida não foi prioridade

Por Ramon Margiolle

A trágica morte do soldado Wesley Soares neste domingo (28/03), no Farol da Barra, um dos principais pontos turísticos de Salvador, que ontem completou 472 anos, evidencia que a preservação da vida não foi prioridade durante a operação comandada pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope).

A Polícia Militar da Bahia perdeu em todos os cenários e agora o Ministério Público precisa agir, apurar com rigor máximo toda a situação. A PMBA é uma instituição que, infelizmente, não consegue cuidar do seu público interno. Então, como é capaz de cuidar do público em geral? Está explicado o motivo de tantas ações desastrosas em comunidades mais pobres.

O policial teve um surto psicótico e isso é inegável. Agora, a motivação do rapaz todos já sabiam. Ou não? Deixaram o problema aumentar e com certeza há outras coisas que precisam ser apuradas. O final foi trágico por conta da incompetência em gerenciar crises pré-existentes.

Não precisar ser especialista no assunto para perceber que houve, sim, alguns equívocos. Primeiro, o tiro foi realmente nos policiais ou foi mais um disparo feito para cima? O zoom da imagem leva a crer que ele atira na tropa, mas há dúvidas. O militar surtado faz um disparo e abaixa a arma. Isso demonstra claramente que o objetivo é impedir a aproximação dos colegas.

Nas imagens, é possível identificar também que um dos policiais do Bope atira para atrair a atenção da vítima e em seguida, estrategicamente, corre para o outro lado. Nesse momento, a célula do Bope avança. Uma pausa! Wesley já está alvejado e caído ao solo realmente atira. Mas porque ele atira? Porque ele foi alvejado. Então, na verdade, quem reagiu não foi o Bope e sim Wesley.

Muitos questionamentos precisam ser respondidos: primeiro porque o local não estava totalmente isolado e porque não permitiram que a imprensa fizesse a cobertura de forma ampla, obviamente, respeitando os limites de segurança? Outro ponto: porque não utilizou um armamento menos letal? A gente ver sempre o Bope em seus treinamentos exibir granada de luz e som, bomba de efeito moral e bala de borracha, por exemplo. Mais: porque não deixou ele cansar? Porque não aguardou o familiar conversar? A PM optou pelo uso de um protocolo internacional.

Apesar da situação lamentável, não podemos admitir, em hipótese alguma, a politização do caso, nem tampouco concordar com ataques ao comandante-geral, coronel Paulo Coutinho, que também é uma vítima desse problema secular que assola a instituição. Além disso, o referido oficial assumiu o cargo recentemente e como bem frisou, vem desenvolvendo um firme trabalho de apoio psicológico, mas que o resultado não é imediato.

Por fim, Wesley é um cidadão que pagava seus impostos, estava isolado e tinha todo o direito de protestar. Além disso, essa questão complexa alerta para a situação interna da corporação, que como todo Brasil, uma parte das pessoas está contaminada. Todos perderam, não somente a instituição. O jovem militar, que trabalhava em um ambiente desfavorável, foi traído pela impulsividade, o gatilho disparou.

Os dois signos mais intensos no amor e nas relações

Eles amam como ninguém e sem medo. Tal como na astrologia ocidental, na cultura cigana a data de nascimento também pode revelar alguns traços de personalidade dos indivíduos. Os...

Polícia encerra festa com 1.000 pessoas em Conquista

Cerca de 1.000 pessoas que se aglomeravam, em uma festa clandestina, na localidade de Pedra Branca, zona rural de Vitória da Conquista, foram flagradas por equipes da...

Faturamento da indústria volta a crescer em março, segundo CNI

A atividade industrial voltou a crescer no mês de março, com uma alta de 2,2% no faturamento das indústrias, segundo a pesquisa Indicadores Industriais, divulgada mensalmente pela...

Salvador participa de reunião do C40 para discutir ações climáticas sustentáveis

A vice-prefeita de Salvador, Ana Paula Matos, representou a capital baiana na reunião do C40, que integra mais de 90 prefeitos de todo o mundo para debates...

MP recomenda revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano de Camaçari

O Ministério Público estadual, por meio do promotor de Justiça Luciano Pitta, recomendou ao Município de Camaçari a revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU), que...

Jaguaquara e Angical: 8 bandidos localizados com armas

A Polícia Militar apreendeu armas de fogo, facas e aparelho celular, no domingo (09/05) e nesta segunda-feira (10/05), em ações nos municípios de Jaguaquara e Angical. Oito...