Municípios não podem criar loterias próprias, afirma Supremo

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou hoje (17) que municípios não podem criar loterias por meio de leis próprias, pois a Constituição estipula que somente a União tem permissão para legislar sobre sistemas de sorteios e consórcios, de acordo com os ministros. A decisão foi unânime.

Nesta quarta-feira, foi julgada uma ação de descumprimento de preceito fundamental (ADPF) aberta em 2015 pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que questionou uma lei sancionada em abril de 2005 pelo município de Caxias, no Maranhão.

O relator da ADPF, ministro Marco Aurélio Mello, disse que o município “afrontou preceito fundamental ao não observar a repartição constitucional de competência legislativa”. Ou seja, o legislativo local violou o pacto federativo ao usurpar a competência da União para legislar sobre tema específico, entendeu o ministro. Ele foi acompanhado por todos os pares.

Inflação da construção civil registra taxa de 1,87% em abril, diz IBGE

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), registrou taxa de inflação de 1,87% em abril, taxa superior à...

Recuperação da BA-522, em Candeias, beneficiará transporte de cargas para o Porto de Aratu

A BA-522, do entroncamento da BA-522 ao entroncamento da BR-324, no distrito de Menino Jesus, é uma rodovia utilizada para o transporte de cargas em direção ao...

Jaguaquara: submetralhadoras e 4 quilos de cocaína apreendidos em ação contra BDM

Cinco submetralhadoras foram retiradas de circulação em menos de 12 horas, por unidades da Polícia Militar, nos municípios de Teodoro Sampaio e Jaguaquara. Além das armas, policiais...

“Falsa abolição”: Movimento negro realiza ato nacional contra os casos Atakarejo e Jacarezinho

Nesta quinta (13/04), às 15h, organizações do movimento negro, centrais sindicais e partidos de esquerda irão realizar ato nacional contra a ‘falsa abolição’: justiça para Yan e...